Almanaque No 17

[
jul
31

Comentário

O relatório de Lilany traz orientações preciosas que articulam a clínica da toxicomania hoje e o que ela distingue como o campo político das adições. A distinção entre toxicomania e adição é um trabalho de investigação que a rede TyA

[
jul
31

Drogas e imagens: novas adições

Propomos, neste relatório, conversação sobre uma possível distinção entre o fenômeno das adições e a toxicomania e sua dimensão clínica, tal qual a conhecemos no campo freudiano. Já na edição 88 da publicação “La Cause du Desir” (ÉCOLE DE LA CAUSE FREUDIENNE, 2015), colegas franceses definem as adições como um campo político que deve ser estudado para colocar à prova, para além das drogas ilegais e à luz da orientação lacaniana, a generalização do termo adição, o enxame de objetos e as práticas concernentes a esse campo.

[
jul
31

Comentário

Localizo três aspectos que me pareceram importantes no relatório apresentado por Ludmilla Feres, por ocasião do VII ENAPOL, e que hoje, nesta Conversação do IPSM-MG, temos a oportunidade, mais uma vez, de discutir.   1) O texto parte da hipótese

[
jul
31

Almanaque on-line entrevista

Ana Lydia Santiago: Jacques-Alain Miller, em seu texto “Em direção à adolescência”, apresenta a sua análise da demanda incondicional de respeito dos adolescentes: “Eu quero ser respeitado”. Segundo sua tese, o que especifica essa demanda é o fato de não

[
jul
31

Um saldo de saber: do jogo aberto nas redes sociais à declaração de amor

A partir da Conversação com jovens secundarista de uma escola particular de Belo Horizonte sobre o uso das redes digitais e, em especial, procurou-se delimitar os impasses e as soluções que esses jovens tem encontrado na utilização desses aparelhos, em especial, para abordar o outro sexo. O tema da pornografia foi o ponto mais abordado pelos jovens, como forma encontrada para responder “a relação sexual que não existe”.

[
jul
31

Almanaque on-line entrevista

Habitar o trajeto: o paradoxo do nomadismo Almanaque: Poderia nos falar um pouco sobre os seus últimos trabalhos? Maria Isabel: Concluímos uma pesquisa com jovens que se chama “Paisagens existenciais e alquimias pragmáticas: uma reflexão comparativa do recurso às drogas

[
jul
31

Puberdade, adolescência e estrutura

a autora retoma as orientações de Freud na clínica com púberes e adolescentes e apresenta as novas manifestações que desconcertam o psicanalista. O Nome do Pai como articulador central da estrutura perde seus privilégios na atualidade. A ideia freudiana de puberdade e adolescência não dá os elementos suficientes para uma orientação na clínica atual. Considera que o último ensino de Lacan pôde contribuir para uma melhor leitura da subjetividade atual. Sobretudo, vemos que se trata de uma subjetividade que já não parece responder aos parâmetros estruturalistas e deterministas pelos quais nos regíamos e, nesse sentido, vemos o apagamento das estruturas clínicas.

[
jul
31

Amores líquidos, amores nômades: sobre as formais atuais da depreciação da vida amorosa

Resumo: Os novos modos de vida amorosa dos jovens na contemporaneidade são explorados, neste trabalho, a partir da figura do “nômade”. A categoria lacaniana da “não-relação” serve de guia para o enfoque do fenômeno do nomadismo no amor, tomado como uma nova expressão da dissimetria na vida amorosa dos jovens, que destaca o fato clinico de que se a mulher equivale a um sintoma para o homem, o homem equivale a um fator de devastação para a mulher.

[
jul
31

Juventude à deriva <> Radicalização

O que pode a psicanálise diante da radicalização de uma juventude largada? Ir de encontro ao grande abandono, corolário do discurso do mestre de hoje, responde a autora do artigo. Ela afirma que o laço transferencial é a oferta que cabe ao analista e que isso é o que pode produzir um lugar onde o sujeito possa se enganchar.
Palavras-chave: JUVENTUDE, SINTOMA, CORPO, GOZO, LAÇO SOCIAL, RELIGIÃO

[
jul
31

Editorial

Editorial É com prazer que lhes apresento o número 17 do Almanaque on-line. Neste número, damos prosseguimento às investigações iniciadas no Almanaque 16, em torno do tema da juventude. Ao percorrê-lo, vocês notarão o impacto que o texto “Em direção

Almanaque Online © 2006-2021