psicose

[
ago
03

Acontecimento de corpo e intrusão de pensamento nas psicoses: uma precisão

Pensei em abordar o acontecimento de corpo e a intrusão de pensamento nas psicoses a partir de uma referência que nos permita não só entendê-los e localizá-los com alguma precisão mas que também possa nos fornecer elementos para nos orientarmos,

[
ago
03

Ponto de loucura na era do parlêtre

Cao Guimaraes

Loucura e psicose   Se, muitas vezes, a psicose pode ser identificada como loucura e a loucura se revelar da ordem da psicose, esses dois termos, que são utilizados frequentemente um em lugar do outro, pertencem a registros diferentes, que

[
ago
03

O ordinário do gozo, fundamento da nova clínica do delírio

Gambiarras

A tese da inexistência do Outro, sustentada por Jacques-Alain Miller em 1996, em seu seminário, inaugura, dizia ele: “a época lacaniana da psicanálise”, aquela “da errância, aquela dos Nomes-do-Pai (non-dupes errent), aquela daqueles que são mais ou menos tolos (dupes)

[
mar
05

O mundo do trabalho e subjetividade nas psicoses: identificações, estabilizações e desencadeamentos

Tempos atrás, mais ou menos entre 2004 e 2008, integrei um grupo interessado pelas questões do mental no trabalho. Nossas pesquisas e reflexões estiveram polarizadas pelas discussões a respeito dos nexos causais entre trabalho e adoecimento mental. Em que medida

[
jul
31

“O Sujeito do gozo” na psicose

“O SUJEITO DO GOZO” NA PSICOSE A foraclusão generalizada e as psicoses ordinárias, tema do quarto módulo do curso de psicanálise, realçaram os desenvolvimentos posteriores de Lacan no que concerne aos estudos e tratamento da psicose. Se no Seminário. Livro

[
jul
31

Clínica lacaniana da psicose

Clínica lacaniana da psicose   ANGELINA HARARI   Tema abordado em dissertação em que se interessou mostrar o percurso de Lacan no tocante à psicose, isto é, o que se passou entre a marca estruturalista recebida de Clérambault e a

[
set
15

O erro comum e a paixão transexual

Este artigo trata da questão do transexualismo a partir da contribuição do último ensino de Lacan, que situa o sujeito chamado transexual no campo das psicoses. O texto convoca igualmente as contribuições de Freud sobre as diferenças sexuais e aborda a perspectiva stolleriana mencionada por Lacan.

[
set
15

Que lugar para o analista na experiência com a psicose?

O artigo propõe interrogar a posição do analista na experiência com a psicose e investigar as possibilidades de seu manejo sob a égide da teoria psicanalítica. Para tal, uma breve síntese da evolução dessa teoria nos ensinos de Freud e Lacan é traçada, identificando a origem de alguns conceitos essenciais, assim como seus desdobramentos. A partir dessa síntese, relacionam-se pontos- chave da teoria da psicose às formulações sobre a posição do analista deles decorrentes, referenciado- as ao momento histórico adequado, assim como à fase pertinente das elaborações sobre a psicose. O objetivo final é oferecer algumas orientações clínicas sobre a posição do analista perante um paciente psicótico acompanhadas de seu embasamento teórico.

[
set
15

Função tóxica na clínica das psicoses

Este trabalho investiga a função tóxica na clínica das psicoses e o modo como poderíamos pensar a direção do tratamento das toxicomanias e alcoolismo nessa clínica. Partimos da ideia de que o uso de uma substância tem, para cada sujeito, uma função específica. Nosso objetivo foi avançar um pouco mais no entendimento sobre o modo como o psicótico se enlaça à droga, percurso que nos possibilitou também uma investigação acerca da maneira como poderia operar uma instituição orientada pela psicanálise.

Almanaque Online © 2006-2018