psicose

[
jul
31

“O Sujeito do gozo” na psicose

“O SUJEITO DO GOZO” NA PSICOSE A foraclusão generalizada e as psicoses ordinárias, tema do quarto módulo do curso de psicanálise, realçaram os desenvolvimentos posteriores de Lacan no que concerne aos estudos e tratamento da psicose. Se no Seminário. Livro

[
jul
31

Clínica lacaniana da psicose

Clínica lacaniana da psicose   ANGELINA HARARI   Tema abordado em dissertação em que se interessou mostrar o percurso de Lacan no tocante à psicose, isto é, o que se passou entre a marca estruturalista recebida de Clérambault e a

[
set
15

O erro comum e a paixão transexual

Este artigo trata da questão do transexualismo a partir da contribuição do último ensino de Lacan, que situa o sujeito chamado transexual no campo das psicoses. O texto convoca igualmente as contribuições de Freud sobre as diferenças sexuais e aborda a perspectiva stolleriana mencionada por Lacan.

[
set
15

Que lugar para o analista na experiência com a psicose?

O artigo propõe interrogar a posição do analista na experiência com a psicose e investigar as possibilidades de seu manejo sob a égide da teoria psicanalítica. Para tal, uma breve síntese da evolução dessa teoria nos ensinos de Freud e Lacan é traçada, identificando a origem de alguns conceitos essenciais, assim como seus desdobramentos. A partir dessa síntese, relacionam-se pontos- chave da teoria da psicose às formulações sobre a posição do analista deles decorrentes, referenciado- as ao momento histórico adequado, assim como à fase pertinente das elaborações sobre a psicose. O objetivo final é oferecer algumas orientações clínicas sobre a posição do analista perante um paciente psicótico acompanhadas de seu embasamento teórico.

[
set
15

Função tóxica na clínica das psicoses

Este trabalho investiga a função tóxica na clínica das psicoses e o modo como poderíamos pensar a direção do tratamento das toxicomanias e alcoolismo nessa clínica. Partimos da ideia de que o uso de uma substância tem, para cada sujeito, uma função específica. Nosso objetivo foi avançar um pouco mais no entendimento sobre o modo como o psicótico se enlaça à droga, percurso que nos possibilitou também uma investigação acerca da maneira como poderia operar uma instituição orientada pela psicanálise.

[
set
15

Função tóxica na clínica da psicose: remédio e/ou ruína?

Durante o primeiro semestre de 2013, realizamos, no Freud Cidadão, nosso IV Ateliê de Pesquisa Psicanalítica. As atividades desse Ateliê estavam concentradas em investigar as peculiaridades da clínica com sujeitos psicóticos que fazem uso de alguma substância tóxica. Partimos da ideia de que o uso de uma substância tem, para cada sujeito, uma função específica, podendo se situar ao lado do remédio e/ou da ruína. Interessava-nos investigar como uma instituição, orientada pela psicanálise e pelas invenções ancoradas na singularidade, poderia operar e oferecer seus dispositivos no tratamento de um mal-estar insuportável que lança os sujeitos aos usos excessivos.

[
set
15

Insensatez do corpo e retalhos na carne

O texto visa a discutir alguns aspectos do tema da toxicomania, principalmente a respeito do lugar ocupado pelo corpo nessa clínica. Sem chegar a propor uma tipologia clínica, levanta a hipótese de que o uso do corpo tal como é feito na psicose pode ajudar a pensar a atualidade das duas faces da fórmula freudiana a respeito da toxicomania: a intoxicação do corpo pela química da droga. Essa atualidade viria, principalmente, orientada pela composição lacaniana do paradigma joyciano para a psicose e para a segunda clínica.

[
set
15

“Os alicerço da terra”: notas sobre Ô fim do cem, fim…

Este trabalho é fruto de um seminário teórico proferido no âmbito do Núcleo de Pesquisa em Psicose do IPSM-MG, cujo tema geral foi “A ciência e a escrita do delírio”. Para trabalhar o tema, elegeram-se como método os comentários do livro Ô fim do cem, fim…, compilação feita a partir das notas escritas à mão, com caneta esferográfica e em folhas de caderno, por Paulo Marques de Oliveira, assim como o comentário de trechos do documentário “O fim do sem fim”, de Cao Guimarães, inspirado nos desenhos e escritos de Paulo Marques de Oliveira, e que tem como pano de fundo o desaparecimento de certos ofícios e profissões no Brasil.

[
set
15

Passagem ao ato como resposta do real

O tema da passagem ao ato é discutido a partir da leitura do Seminário, livro 10, de J. Lacan. O eixo desse seminário é a elaboração do conceito de objeto a, que permite retrabalhar a diferença estrutural entre neurose e psicose. O ponto a ser destacado nessa leitura é a construção do quadro em que a passagem ao ato vem a ser relacionada a outros termos adjacentes. Na última parte, é feita uma tentativa de catalogar as manifestações mais comuns de passagem ao ato na psicose.

Almanaque Online © 2006-2017