Sexualidade

[
mar
05

A radicalização da recusa frente à inexistência da relação sexual

Domenico Cosenza (2014) percorre a ‘delicada transição’ da adolescência em três tempos lógicos. O primeiro é o tempo dos sonhos; sem eles, não se pode pensar em fazer amor (LACAN, 1974). O segundo tempo é o do trauma; a inconsistência

[
mar
04

A iniciação na adolescência: entre mito e estrutura

O autor evidencia a importância dos psicanalistas em refletir sobre o estatuto da adolescência e os efeitos da transformação que as mudanças histórico-sociais podem produzir sobre os jovens em nossos dias. Na época do Outro que não existe, como os adolescentes se pautam no encontro do real do sexo, sem poderem considerar a relação estruturante ao Nome-do-Pai e a função de orientação do Ideal do eu e sua ação de regulação humanizante do gozo?

[
set
15

Pais e mães atuais: a ciência como partenaire

Este trabalho examina quais são as novas configurações da paternidade e maternidade na atualidade. O fato de a fertilidade humana se encontrar sob o domínio irrestrito da ciência mostra-se no esforço que se realiza em nossos dias para deslocar o ponto real da origem de cada ser falante ao “princípio da transparência” da ciência. Ignora-se “a malformação do que foi o encontro falido entre os desejos que, a cada um de nós, nos empurrou ao mundo”, e isso deixa consequências. Novas ficções científicas e jurídicas são necessárias para nos dizer o que são pai e mãe hoje em dia.

Almanaque Online © 2006-2018